BEM-VINDOS AO BLOG!

Atualmente, sou... digamos... aprendiz de vegetariana. Pensar que, para satisfazer minha gula, tenho de ser conivente com o sacrifício de animais, fez-me, aos poucos, desistir de comê-los. Entretanto, não pratico o vegetarianismo "vegan", que descarta todo e qualquer alimento de procedência animal. Eu continuo ingerindo ovos e laticínios prazerosamente e sem culpa.
Às vezes, ainda tropeço e caio de boca numa torta de atum, numa tainha assada recheada com farofa ou num strogonoff de frango... Mas é raro...
Assim, quem pretende encontrar neste blog uma boa receita de rosbife, leitão à pururuca, carré de cordeiro, vaca atolada, escondidinho de carne-seca etc., perdoe-me, mas será uma busca infrutífera! Fora isso, sejam todos bem-vindos!







terça-feira, 11 de agosto de 2015

TORTA DE BANANA


http://blogdoribeirao.blogspot.com.br/2010/07/torta-de-banana.html

 A receita dessa torta de banana eu postei faz tempo, no Blog do Ribeirão, quando este filhote, o Frugal
Pantagruel, ainda não existia. Saboreiem!



segunda-feira, 1 de junho de 2015

PAIXÃO CREMOSA DE CHOCOLATE

Esse doce, na minha opinião, é uma covardia... A gente começa a comer e não quer mais parar...




PAIXÃO CREMOSA DE CHOCOLATE

Ingredientes:
2 latas de leite condensado
2 colheres (sopa) de amido de milho
2 latas de leite (use a medida da lata de leite condensado)
3 gemas
2 caixas de creme de leite
2 xícaras (chá) de chocolate meio-amargo derretido
1/2 xícara (chá) de castanha-de-caju picada
2 xícaras (chá) de chocolate ao leite picado

Modo de preparo:
Coloque numa panela o leite condensado, o amido de milho dissolvido no leite e as gemas batidas.
Leve ao fogo médio, mexendo sempre, até engrossar, formando um creme branco.
Deixe esfriar e misture o creme de leite.
Reserve 1/3 do creme branco e, no restante, adicione o chocolate meio-amargo previamente derretido em banho-maria. Você obterá, assim, um creme escuro.
Coloque num refratário a metade do creme escuro e leve ao congelador por 20 minutos.
retire e cubra com o creme branco reservado.
Salpique com a castanha picada e leve de novo ao congelador por mais 10 minutos.
Retire do congelador e cubra com o restante do creme escuro.
derreta em banho-maria o chocolate ao leite e espalhe por cima do creme escuro.
Deixe por 2horas na geladeira (não no congelador) antes de servir.


DICAS DO FRUGAL:
1. A castanha-de caju é opcional. Pode ser substituída por nozes ou amêndoas picadinhas. Ou simplesmente não coloque... Na verdade, não faz falta...
2. A dupla leite condensado + chocolate ao leite dá um resultado muito doce, mascarando o sabor requintado do chocolate meio-amargo. Substitua a cobertura de chocolate ao leite por chocolate granulado de boa qualidade. Ou por uma camada de chocolate meio-amargo derretido.
3. Caso seu congelador tenha um compartimento de congelamento rápido, você pode diminuir o tempo de congelador durante a execução da receita.


GRATINADO DE ABÓBORA COM FRANGO

Deixei o Frugal abandonado por muito tempo desta vez, mas estou de volta.
Na apresentação do blog, digo que sou aprendiz de vegetariana. Isso mesmo, aprendiz. Para saborear um prato à base de carne ou peixe, não posso pensar no bicho, senão... não como. Não dá...
Entendo e admiro a postura vegana e concordo com ela em muitos aspectos. Mas não sou radical a ponto de recusar a tomar um copo de leite ou  passar mel no pão por serem leite e mel produtos de origem animal. E também acho absurdo tomar suplementos industrializados para suprir a carência de vitaminas e proteínas num cardápio vegetariano/vegano mal formulado.
Enfim, acredito tratar-se essa de uma questão muito pessoal e delicada, por transcender a preocupação com saúde e qualidade de vida, alcançando a política e a ética.
Pelo exposto acima, resolvi postar esta receita de Gratinado de abóbora com frango, que fiz hoje para o meu almoço, aproveitando sobras de frango desfiado (sic)  e de abóbora cozida que havia na geladeira.


GRATINADO DE ABÓBORA COM FRANGO

Purê de abóbora:
3 xícaras (chá) de abóbora japonesa cozida
sal e noz-moscada ralada a gosto
2 colheres (sopa) de manteiga
1 xícara (chá) de leite
1 colher (chá) de manjericão fresco picado

Recheio de frango:
2 colheres (sopa) de óleo
1 cebola média picada
2 dentes de alho picados
2 colheres (sopa) de cheiro-verde picado
1/2 xícara de molho de tomate (usei o Pomarola tradicional)
3 xícaras (chá) de frango cozido desfiado
1 xícara (chá) de requeijão cremoso
1/2 xícara (chá) de muçarela ralada

Modo de preparo:

Purê:
Amasse a abóbora com um garfo.
Coloque-a numa tigela e acrescente o sal, a noz-moscada, a manteiga, o leite e o manjericão.
Reserve.

Recheio:
Aqueça o óleo numa panela e doure a cebola e o alho.
Junte o molho de tomate e o frango e refogue.
Adicione o cheiro-verde e retire do fogo.

Montagem:
Forre um refratário com metade do purê de abóbora, em seguida o frango desfiado, o requeijão e o restante do purê de abóbora.
Polvilhe com a muçarela ralada.
Leve ao forno em temperatura alta até gratinar.


Dicas do Frugal:
1.A abóbora japonesa pode ser cozida com a casca, que fica molinha após o cozimento. eu sempre utilizo com casca, em qualquer receita.

2.Adoro pimenta, então, acrescentei pimenta-calabresa desidratada ao purê e pimenta-do-reino ao frango.
3. Também incrementei o purê com uma colher (sobremesa) de sementes de chia.






quinta-feira, 11 de outubro de 2012

PENNE AO MOLHO DE PERA E GORGONZOLA

Nada como um molhinho diferente para deixar  o bom e velho macarrão ficar parecendo um prato sofisticado... É  o caso da receita de hoje, que encontrei no Pitadinha:
http://www.pitadinha.com/2012/06/penne-ao-molho-de-pera-e-gorgonzola.html
Simplesmente adorei! É de comer rezando!
Confira:
250g de macarrão tipo "penne" cozido e escorrido
1 pera descascada e cortada em cubinhos (pingue algumas gotas de limão para que ela não escureça)
100g de gorgonzola picado
1cx. de creme de leite
1/2 xícara de cebola picada
1/4 de xícara de vinho branco (opcional)
azeite para refogar
noz-moscada a gosto

Comece refogando a cebola no azeite até ficar transparente.
Junte o creme de leite e o vinho branco, misture e deixe começar a borbulhar.
Abaixe o fogo e acrescente o queijo e a pera, mexa até que o queijo derreta.
Quando a pera estiver levemente cozida, apague o fogo (não cozinhe demais, para que ela não desmanche), acerte o sal, se necessário, e acrescente a noz-moscada.
Coloque o molho sobre o penne e sirva.


Dicas do Frugal:
1. Utilizei a pera sem descascar, mas é uma opção pessoal: gosto da casca!
2. O vinho branco é opcional na receita, porém, para mim, é fundamental!
3. Uso sempre creme de leite light nas minhas receitas, pois fica menos gorduroso e menos calórico.

4. Sabe o vinho branco que serviu para dar um toque a mais na receita? Uma taça desse vinho, geladinho, acompanha di-vi-na-men-te o prato!

terça-feira, 28 de agosto de 2012

TORTA DE ESCAROLA

Quando resolvi começar este blog, minha intenção era postar aqui apenas as receitas de uma vasta coleção que fui reunindo ao correr do tempo, além de antigas receitas de família, daquelas que atravessam gerações, e que as matronas mesquinhas e mal-amadas (não deve haver outra explicação...kkkk) gostam de guardar a sete chaves...
Acontece que, como sou muito curiosa e adoooro descobrir coisas novas e ir lá conferir  rsrs, tenho encontrado receitas deliciosas na Internet. Esta torta de escarola é um exemplo (foi o meu almoço de hoje).
Considerando ter que dar cabo, sozinha, de um pé quase inteiro de escarola refogada (as folhinhas mais tenras eu já havia comido cruas, em forma de salada), fui em busca de algo diferente. Entre as várias opções, resolvi experimentar esta, e não me arrependi. Encontrei-a no blog Testado, Provado e Aprovado
  http://testadoprovadoeaprovado.blogspot.com.br/2011/01/torta-de-escarola.html# - o  que, aliás, foi exatamente o que eu fiz!

Massa:
Ingredientes:
100g de manteiga
1 ovo
1/2 xícara (chá) de farinha de trigo comum
1/2 xícara (chá) de farinha de trigo integral
1/2 xícara (chá) de amido de milho
1/2 colher (chá) de sal
1/4 colher (chá) de fermento em pó

Modo de preparo:
Num processador,bata todos os ingredientes, até virar uma bola de massa.
Forre o fundo e as laterais de uma forma de torta ou refratário, cubra e leve à geladeira enquanto prepara o recheio.

Recheio:
Ingredientes:
1 xícara (chá) de leite
3 ovos
1/2 xícara (chá) de queijo ralado (qualquer tipo de queijo serve)
1 colher (sopa) de amido de milho
sal e pimenta-do-reino a gosto
1 cebola
2 cenouras (não muito grandes) raladas no ralo grosso
1 pé de escarola
1 colher (sopa) de manteiga

Modo de preparo:
Em uma frigideira grande, derreta a manteiga e doure a cebola.
Junte as cenouras e refogue por mais 1 minuto. Corte a escarola e junte ao refogado.
Misture bem, deixe refogar mais um minutinho e  retire do fogo.
Transfira para um prato e deixe esfriar.
Bata no liquidificador o leite, os ovos, o queijo, o amido, o sal e a pimenta.
Adicione essa mistura ao refogado reservado e frio.
Ponha a mistura por cima da massa reservada e leve ao forno preaquecido a 180° por aproximadamente 30 a 40 minutos, até que o centro esteja firme e a massa corada.

DICAS DO FRUGAL:
1.Na massa, usei 1colher (chá) de fermento em pó.
2.Como não tinha cenoura em casa, fiz o recheio apenas com a escarola, e ficou ótimo.
3.Usei queijo parmesão e, de quebra, coloquei uma fatia de muçarela picadinha, que estava perdida na geladeira.
4. Junto com a cebola, pus também um punhadinho de pot-pourri de temperos, tipo chimichurri - não vivo sem esses temperinhos...

5. Deixei esfriar a escarola na panela mesmo... Pra que sujar tanto prato? kkkkk

sexta-feira, 20 de julho de 2012

PETIT CHEF: C'EST SI BON!

Conheci o Petit Chef  -  http://pt.petitchef.com/  - navegando pela web, como é meu costume. Não me lembro se estava à procura de alguma receita específica ou se apenas explorando o imenso universo virtual.
O fato é que me rendi aos apelos gastronômicos desse site que, além de oferecer um enorme leque de receitas provenientes de vários países, ainda é superbem organizado. O "Directório Petitchef" nos encaminha direitinho para o que estamos querendo, desde um simples pãozinho até links inusitados e interessantes.
Vale a pena conferir!

quinta-feira, 19 de julho de 2012

ORA, AZEITE!

ERA UMA VEZ... um azeite cheio de fama e tradição, conhecido por sua qualidade capaz de agradar aos paladares mais refinados.
Um dia, esse azeite, para fazer jus à demanda da modernidade, e conquistar uma fatia de mercado mais abrangente, resolveu popularizar-se.
O  problema é que, para isso, adotou a mesma estratégia da Educação, com seu tão propalado programa de democratização do ensino (fui professora, sei do que estou falando!): quantidade em detrimento da qualidade.
Tal como a Educação, aumentaram-se escancaradamente os limites da clientela: AZEITE PARA TODOS - e a qualidade, lá no pé!
Azeite e água não se misturam. Mas, por um misterioso processo alquímico, esse azeite quase transmutou-se em água, pois passou a ser insípido, insosso e inodoro. Não incolor, ainda restou-lhe um amarelinho...
Adoro azeite. E hoje está difícil de encontrar um que preste. Cada vez que vou a um empório ( pois no supermercado, geralmente, só há "democráticos" e, pior, "batizados" com óleo de soja - como se todo mundo fosse trouxa), faço um "tour" pela Europa, indo desde Portugal e Espanha até Itália  e Grécia, em busca do meu querido azeite.
Deixando de lado a Gastronomia e incursionando pela Filosofia, vista sob esse prisma, a chamada inclusão social é, na verdade, um mito. Um ardil político-econômico que mascara a (in)diferença.  Porque ser democrático é assegurar a todos o acesso  real aos bens materiais e morais. Não é ligar o ventilador  da ganância e da demagogia e disseminar lixo a granel por nossa goela abaixo.
Enquanto não houver a verdadeira transformação das mentes que governam nações e impérios econômicos, continuaremos a vivenciar isto: diploma para quem não sabe nada, e azeite que não sabe a nada!

Obs.: A imagem do post deve ser creditada ao site Graphics Fairy:
http://www.graphicsfairy.blogspot.com.br/