BEM-VINDOS AO BLOG!

Atualmente, sou... digamos... aprendiz de vegetariana. Pensar que, para satisfazer minha gula, tenho de ser conivente com o sacrifício de animais, fez-me, aos poucos, desistir de comê-los. Entretanto, não pratico o vegetarianismo "vegan", que descarta todo e qualquer alimento de procedência animal. Eu continuo ingerindo ovos e laticínios prazerosamente e sem culpa.
Às vezes, ainda tropeço e caio de boca numa torta de atum, numa tainha assada recheada com farofa ou num strogonoff de frango... Mas é raro...
Assim, quem pretende encontrar neste blog uma boa receita de rosbife, leitão à pururuca, carré de cordeiro, vaca atolada, escondidinho de carne-seca etc., perdoe-me, mas será uma busca infrutífera! Fora isso, sejam todos bem-vindos!







segunda-feira, 13 de junho de 2011

13 DE JUNHO, DIA DE SANTO ANTÔNIO




Hoje, 13 de junho, é dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro. Segundo a tradição, as moças casadoiras (rsrs) faziam novena para o santo nessa época, mantendo de cabeça para baixo a sua imagem, até que ele lhes arrumasse o marido...Pensei em celebrar o dia com uma receitinha de Doce de ...Sogra...

DOCE DE SOGRA

Ingredientes:
9 bananas nanicas, cortadas no sentido do comprimento
1 colher (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de canela em pó
1 lata de leite condensado
a mesma medida de leite
1 colher (chá) de maisena
4 gemas
200g de queijo-de-Minas amassado
4 claras em neve
6 colheres (sopa) de açúcar

Modo de preparo:
Arrume as bananas numa forma (22 x 34 cm) untada com manteiga. Polvilhe o açúcar, a canela e leve ao forno médio para que as bananas amoleçam (cerca de 20 minutos).
Enquanto isso, leve ao fogo baixo as gemas, o leite condensado, o leite e a maisena, mexendo sempre, até engrossar. Reserve.
À parte,bata as claras em neve, junte o açúcar e bata até obter um merengue.
Retire as bananas do forno, espalhe metade do queijo, sobre ele o creme; e sobre o creme o queijo restante; e, por último, o merengue.
Leve ao forno novamente por mais 10 minutos ou até o suspiro dourar.
Sirva a seguir.

AS VIRTUDES DA BERINJELA


Hoje vou abrir parêntese nas postagens de comidinhas juninas, diante de várias alegações de que assim não há regime nem colesterol que resista...kkkkk!
Então, lembrei-me da berinjela - não nas versões à parmegiana, ou moussaka, ou à milanesa - aí, eu seria fuzilada!!! Mas, sim, lembrei-me de seu uso medicinal: a berinjela, além de render deliciosos pratos, também é um fitoterápico que, entre outros benefícios, ajuda a emagrecer e a reduzir o colesterol.
É verdade que suas propriedades medicinais são postas em dúvida pela halopatia - mas será, que por trás desse questionamento quanto à sua real eficácia, não está a pressão feita pelos grandes laboratórios farmacêuticos, na maioria multinacionais, que não querem perder terreno para a farmacopeia natural? Isso não é novidade, mas nada se faz a respeito porque envolveria até governos e poderia provocar incidentes diplomáticos e queda nas Bolsas de Valores (e não estou brincando nem exagerando). Segundo essa política, é bem mais interessante tratar doentes teminais com câncer ou portadores de HIV com remédios caríssimos que nem sempre são fornecidos pelos sistemas públicos de saúde, do que investir pra valer em pesquisas para a cura definitiva dessas doenças a curto prazo...
Desculpem, abri um parêntese no parêntese...Mas é que a gente voa quando começa a pensar...
Voltando à berinjela - originária da Índia, a berinjela (Solanum melongena) foi introduzida na Europa no século XIII, pelos árabes, através da Península Ibérica.
A mais conhecida é a de casca roxa, mas também existem as de coloração branca, creme, rajada e formatos redondo e alongado.
A berinjela contém alcalóides (stachydrina), vitaminas (A,B1,B2,B5,C,niacina), minerais (cálcio,fósforo,potássio, magnésio) e proteínas. É alcalinizante,calmante, digestiva, diurética, remineralizante, resolutiva;reduz a ação das gorduras no fígado e auxilia no emagrecimento.
Origem: Wikipedia e Plantamed (www.plantamed.com.br).

RECEITA COM BERINJELA PARA COMBATER O COLESTEROL E AUXILIAR O EMAGRECIMENTO
(Recebi por e-mail, testei em mim mesma e achei que funciona quanto ao emagrecimento - colesterol, não sei, pq. não medi os índices):

"Cortar uma berinjela grande em fatias finas (com casca) e colocar de molho em 1 litro de água. Deixar na geladeira de um dia para outro. Remover as berinjelas e acrescentar o suco de 2 limões. Beber esse litro ao longo do dia.
Cuidado, essa receita usada por mais de 15 dias causa emagrecimento acelerado; não ultrapasse 60 dias de uso contínuo."

DICAS DO FRUGAL:
1. O gosto é horrível, mas vc. não está tomando um refresco! Vc. quer combater o colesterol e, de quebra, emagrecer e vestir de novo aquele jeans que não entra mais, nem com reza brava...
2. Não jogue fora as fatias de berinjela que ficaram de molho! Elas podem perfeitamente ser utilizadas numa receita culinária!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

A COVARDIA DO DIA: BOLO CREMOSO DE FUBÁ



Esse bolo, que a maioria conhece, é mesmo uma covardia, de tão gostoso! E é rapidinho, facílimo de fazer!Pra acompanhar, tem que ser um cafezinho preto. Bolo de fubá, cremoso ou não, e pão-de queijo e seus primos feitos de polvilho exigem um bom café preto, bem quentinho! Acompanhar essas iguarias com refri é um crime hediondo, que só perde mesmo para aquele de besuntar a empada com catchup...(kkk).
Bem, vamos à receita:

Ingredientes:
1 1/2 xícara de fubá
1/2 xícara de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
100g de queijo ralado
2 colheres (sopa) de margarina
3 ovos
4 xícaras de leite
uma pitada de sal
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de preparo:
Ponha todos os ingredientes no liquidificador e bata bem, até ficar homogêneo.
A massa fica bem líquida, pois é essa consistência que permitirá formar-se o creme.
Despeje a massa numa forma untada e enfarinhada.
Leve para assar em forno preaquecido por cerca de 35 minutos, ou até dourar. O teste do palito não funciona neste caso, porque o palito sairá cheio de creme.

DICAS DO FRUGAL:
1. O segredo para um bom resultado é o tamanho da forma, que não deve ser muito grande nem baixa, senão a massa se espalha e não se forma o creme; o ideal é usar uma forma média -nº2 - e alta.
2. Normalmente, esse bolo é feito em forma retangular e, depois de assado, cortado em quadradinhos. Mas pode ser feito em forma redonda com buraco no meio, que é alta, e o resultado também é legal. Foi assim que eu fiz esse da foto.
3. Você pode substituir o queijo ralado por coco ralado, que também fica ótimo. E há quem use os dois juntos. Vai depender do paladar de cada um.

terça-feira, 7 de junho de 2011

CANJICA CAIPIRA

O modo de preparar a canjica caipira é semelhante ao da canjica comum. A diferença está nos ingredientes adicionados: coco e amendoim. Algumas receitas levam coco ralado, outras leite de coco; e outras agregam ambos. A utilização do amendoim também varia: em algumas receitas, utiliza-se amendoim torrado e moído, misturado à canjica já pronta; em outras, o amendoim é utilizado inteiro, sem torrar, e cozido junto com a canjica.
Então, vamos às receitas:

CANJICA CAIPIRA 1:

Ingredientes:
300g de canjica
300g de amendoim
150g de coco ralado
200ml de leite de coco
1 lata de leite condensado
400ml de leite
cravo-da-Índia a gosto
canela em pau a gosto
canela em pó para polvilhar

Modo de fazer:
Colocar a canjica de molho em água fria por 4 horas.
Em uma panela, colocar a canjica escorrida e o amendoim inteiro, com a casca e sem torrar.
Colocar o restante dos ingredientes e cozinhar até ficarem bem macios.
Mexer de vez em quando para não grudar no fundo.


CANJICA CAIPIRA 2:

Ingredientes:
500g de milho para canjica
água (o necessário)
1 litro de leite
1 xícara (chá) de açúcar
50g de coco ralado
1 lata de leite condensado
150g de amendoim torrado e moído
cravo-da-Índia a gosto
canela em pau a gosto
canela em pó para polvilhar

Modo de preparo:
Lave bem a canjica e coloque-a em um recipiente com água, deixando de molho por cerca de 3 horas.
Escorra a água e ponha a canjica numa panela de pressão com 1 litro de água.
Cozinhe por cerca de 50 minutos após o início da fervura.
Desligue o fogo, retire a pressão e destampe a panela.
Adicione o leite, o açúcar, o coco ralado, o leite condensado, o cravo e a canela em pau, misturando bem.
Retorne a panela ao fogo, sem tampar, e cozinhe por cerca de 20 minutos, mexendo de vez em quando, para não grudar.
Desligue o fogo e misture o amendoim.
Antes de servir, polvilhe canela em pó.


BOM APETITE!

sexta-feira, 3 de junho de 2011

CANJICA




Ingredientes:
1 1/2 xícaras (chá) de milho para canjica
1 lata de leite condensado
a mesma medida de leite
2 paus de canela
canela em pó para polvilhar

Modo de preparo:
De véspera, deixe a canjica de molho em água fria.
Escorra a água em que ficou de molho e cozinhe em panela de pressão, com 3 litros de água, por 2 horas, aproximadamente.
Depois de cozida,junte o leite condensado, o leite e os paus de canela, deixando ferver por alguns minutos, mexendo sempre.
Despeje em uma tigela e sirva polvilhada de canela.

DICAS DO PANTAGRUEL:
1.Rendimento: 6 a 8 porções.
2.Junto com a canela em pau,você pode acrescentar também alguns cravos-da-Índia.
3.Utilizando leite desnatado, ao invés de leite integral, a receita fica menos calórica.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

FESTAS JUNINAS



As festas juninas,assim chamadas no Brasil porque acontecem no mês de junho, são também chamadas de joaninas, por celebrarem São João. Essas festas estão relacionadas às antigas festas pagãs que celebravam, na Europa, o solstício do verão (não em junho, mas em 25 de dezembro). Com o advento do Cristianismo, essas celebrações, como tantas outras,foram subtraídas de seu contexto original e adaptadas às crenças católicas.Assim, em Portugal, festejam-se Santo Antônio no dia 13 de junho, São João no dia 24 e São Pedro no dia 29. E de Portugal herdamos a tradição.
Embora as grandes mudanças no contexto sociocultural contemporâneo tenham influenciado enormemente a maneira de celebrar as festas juninas, introduzindo elementos da moderna mídia, que nada têm a ver com as tradições, a comida ainda permanece, senão igual, pelo menos bem característica.
Assim, ainda é possível saborear uma boa canjica, um arroz-doce ou uma batata-doce assada, com o gostinho de antigamente...
Aguardem receitinhas de festa junina nas próximas postagens...